Untitled Document
Untitled Document

FINS:
A Escola Anna Maria Bortolotto têm por finalidade o desenvolvimento integral da criança de 5 meses até 5 anos de idade, em seus aspectos: Físico, Psicológico, Intelectual e Social, complementando a ação da família e da comunidade, de acordo com o disposto na LDB 9.394/96. Leva em conta, ainda, a preparação para o ingresso no ensino fundamental, com ênfase na preparação para a vida e cidadania, através do domínio de competências e habilidades que facilitem a inserção social do educando.

OBJETIVOS:
Proporcionar às crianças um ambiente lúdico que venha promover os seus desenvolvimentos. Os objetivos gerais e específicos são baseado no Referencial Curricular para Educação Infantil, e engloba crianças de 4 meses a 3 anos e crianças de 4 a 5 anos, estão explicitados no RCN, garantindo-lhes o desenvolvimento pleno nas seguintes áreas, organizadas em três grandes eixos:
• Formação pessoal e social.
• Identidade e autonomia.
• Conhecimento do mundo, englobando as áreas:
- Movimento
- Musica
- Artes Visuais
- Linguagem oral e escrita
- Matemática
- Natureza e Sociedade


Formação Pessoal e Social:
Deve-se favorecer, prioritariamente os processos de construção da identidade e da autonomia da criança.
a) Compreender o significado da autonomia como desenvolvimento de uma consciência moral, intelectual e social.
b) Promover a conscientização de que o processo de adaptação é sustentado pelo tripé criança – família – comunidade educador.
c) Compreender a importância da brincadeira na infância, dando ênfase aos aspectos sociais, cognitivos e afetivos.


Conhecimento do Mundo:
Movimento;
Músicas;
Artes visuais;
Linguagem oral e escrita;
Natureza e sociedade;
Matemática.

- Movimento
Familiarizar-se com a imagem do próprio corpo;
Explorar as possibilidades de gestos e ritmos corporais para expressar-se na brincadeira e nas demais situações de interação.
Deslocar-se com destreza progressiva no espaço ao andar, correr, pular, etc. desenvolvendo atitude de confiança nas próprias capacidades motoras.

- Musica
Brincar com a música, imitar, inventar e se produzir criações musicais; Ouvir, perceber e discriminar eventos sonoros diversos, fontes sonoras e produções musicais; Explorar e identificar elementos da música para se expressar, interagir com os outros seu conhecimento do mundo. Perceber e expressar sentimentos e pensamentos por meio de improvisação, composição musical.

- Artes visuais
A prática da aprendizagem em arte garantida oportunidade para que as crianças sejam capazes de:
Ampliar o conhecimento do mundo que possuem manipulando diferentes objetos e materiais, explorando suas características, propriedades e possibilidades de manuseio e entrando em contato com formas diversas de expressão artística.
Utilizar diversos materiais gráficos e plásticos sobre diferentes superfícies para ampliar sua possibilidade de expressão e comunicação;
Interessar-se pelas próprias produções, de outras crianças e pelas diversas obras artísticas( regionais ou internacionais) com as quais entre em contato, ampliando seu conhecimento de mundo e cultura;
Produzir trabalhos de arte, utilizando linguagem do desenho, da pintura, da modelagem, da colagem, da construção desenvolvendo o gosto, o cuidado e respeito pelo processo de produção e criação.

- Linguagem oral e escrita
A prática pedagógica será organizada de forma a promover as seguintes capacidades na criança:
Participar de várias situações de comunicação oral para interagir e expressar desejos, necessidades e sentimentos por meio da linguagem oral, contando suas vivencias;
Interessar-se pela leitura de histórias;
Familiarizar-se aos poucos com a escrita por meio de participação em situações nas quais ela se faz necessária e de contato cotidiano com livros, revistas, histórias em quadrinhos, etc.
Ampliar gradativamente suas possibilidades de comunicação e expressão, interessando-se por conhecer vários gêneros orais e escritos e participando de diversas situações de intercâmbio social nas quais possa contar suas vivencias, ouvir de outras pessoas, elaborar e responder perguntas;
Familiarizar-se com a escrita por meio de manuseios de livros, revistas e outros portadores de textos e de vivencia das diversas situações nas quais seu uso se faça necessária.
Escutar textos lidos, apreciando a leitura feita pelo professor;
Interessar-se por escrever palavras e textos ainda que não de forma convencional;
Reconhecer seu nome escrito, sabendo identifica-lo diversas situações do cotidiano;
Escolher livros para ler e apreciar;
Envolver-se em práticas de leituras nas chamadas roda de leitura, contação de histórias, leitura de livros, sistema de mala de leitura, casinhas de leitura, mostra literária, brincadeiras de livros, confecção própria de livros e histórias infantis proporcionando o pensar, o agir, a fala e a expressão.

- Natureza e Sociedade
A ação educativa será organizada para que as crianças no final da pré-escola tenham desenvolvido as dez capacidades:
a)Explorar o ambiente para que possa se relacionar com as pessoas, estabelecer contato com pequenos animais com as pessoas diversas, manifestando curiosidade e interesse;
b)Interessar-se e mostrar curiosidade pelo mundo social e natural formulando perguntas, imaginando soluções para compreende-las, informações e confrontando idéias;
Estabelecer algumas relações entre o modo de vida característico do seu grupo social e de outros grupos;
Estabelecer algumas relações entre o meio ambiente e as formas de vida que ali se estabelecem, valorizando sua importância para a preservação das espécies e para a qualidade de vida humana.

- Matemática
A abordagem da matemática na educação infantil tem como finalidade proporcionar oportunidades para que as crianças desenvolvam a capacidade de: Estabelecer aproximações a algumas noções matemáticas presentes no seu cotidiano, como contagem, relações espaciais, temporais, grandeza, Geometria, etc.; Reconhecer e valorizar os números, as contagens orais e as noções espaciais como ferramentas necessárias no seu cotidiano; Comunicar idéias matemáticas, hipóteses, processos utilizados e resultados encontrados em situações-problema relativas a quantidade, espaço físico e medida utilizando a linguagem oral e linguagem matemática; Ter confiança em sua própria estratégia e na sua capacidade para lidar com situações matemáticas novas,utilizando seus conhecimentos prévios; Ter noções de tempo (hora, dia,semana, mês e ano).


TEMAS TRANSVERSAIS
a) Meio ambiente
b) Higiene/saúde – Epidemias locais(dengue, leishmaniose, verminose, hanseníase, etc.)
c) Pluralidade cultural;
d) Ética;
e) Trabalho ecumênico


CRIANÇAS ATÉ 3 ANOS
Para as crianças de até 3 anos deverá ser desenvolvido o conteúdo expressividade por meio de brincadeiras ritmadas e de roda, mímicas e gestos, canções de ninar, canto e movimento, pois, estas atividades propiciam o conhecimento do corpo, o desenvolvimento da capacidade de expressão e os movimentos inerentes a dança.


CRIANÇAS DE 4 A 5 ANOS
As crianças de 4 e 5 anos de idade, propõem as danças regionais, cirandas e brincadeiras de rodas e outras atividades, visto que essas atividades possibilitem a realização de movimentos rítmicos e expressivos, além da socialização das crianças. Uma das sugestões para se trabalhar com a dança é a partir da organização de projetos em que as crianças possam aprender a origem e a história da dança, seus passos,a confecção de convites e cartazes, dentre outras atividades.


A CONTAÇÃO DE HISTÓRIAS
A literatura infantil deve fazer parte das leituras do professor e ser apreciada por este, uma vez que não seria significativa para a criança a leitura de um texto do qual o professor não gostasse ou não o conhecesse. Portanto, o professor deve sempre estar familiarizado com as histórias que serão trabalhadas na sala de aula e além disso deve sempre buscar conhecer novas leituras pois, assim estará aumentando seu repertório, criando um leque de possibilidades para realização das contações de histórias e ouvindo histórias, as crianças vivem emoções, descobrindo novas palavras, estabelecem relações com a realidade e têm a oportunidade de se colocar no lugar do outro. É característica natural da criança vivenciar o imaginário, garantindo assim o prazer de ouvir histórias de maneira lúdica.


ORGANIZAÇÃO DO COTIDIANO
A rotina representa a estrutura sobre a qual será organizado o tempo didático, ou seja, tempo de trabalho educativo realizado com as crianças. Deve envolver os cuidados, as brincadeiras e as situações de aprendizagem orientadas.
Considera-se as atividades permanentes :
a) Brincadeiras no espaço externo e interno;
b) Roda de conversa;
c) Contação de história;
d) Oficina de desenho, pintura, recorte e colagem;
e) Hora do canto;
f) Hora da higiene(escovação de dentes, cortar unhas, lavar as mãos, banho);
g) Atividades diversificadas;
h) Hora do lanche;
i) Hora do almoço e do jantar (para os integrais);
j) Brincadeiras e jogos;


Untitled Document